Olha só que cartilha importante para proteger nossas crianças

Pequenas ações irão proteger nossas crianças contra o abuso e exploração sexual. Confira no Portal Hora1. Clique na  foto:

Olha só que cartilha importante para proteger nossas crianças
Imagem Ilustrativa

Dia Nacional do Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é marcado com ações em Matão ao longo da semana

A Prefeitura de Matão inicia nesta terça-feira (18), diversas ações que compõem o “Dia Nacional do Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”. Neste ano, levando em conta as restrições devido à pandemia, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social desenvolveu atividades online com vídeos de orientações, gravados pelos profissionais que atuam na defesa da criança e do adolescente em Matão. Também foram criados materiais educativos para as crianças e folhetos que serão distribuídos à população, contendo diversas informações sobre comportamento, sinais de abuso, consequências e meios de auxílio à vítima.

A proposta anual da campanha, que neste ano comemora o 21º ano de mobilização, é destacar a data para conscientizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. 

O município dispõe de uma rede engajada que zela pela proteção das nossas crianças e adolescentes.“Nosso intuito é sempre proteger e a orientação é uma das maneiras de conduzir este enfrentamento à violência, afinal, este crime pode passar despercebido por algumas famílias. Muitos têm a dificuldade de acreditar nesta possibilidade, já que na maioria dos casos, as vítimas são ameaçadas e tornam-se reféns do abusador e do medo. O problema é que o silêncio gera sofrimento, traz consequências que podem ser eternas. É preciso defender nossas crianças e nossos adolescentes. Não podemos permitir a impunidade, independente de quem for”, alertou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Hélio Leandro Prandi.

Na maioria dos casos, o abuso é praticado no ambiente doméstico. Em cerca de 80% dos casos, os agressores são pessoas do convívio e de confiança da vítima. Dados revelam que, assim como em outros lugares, a violência sexual em crianças e adolescentes,  também está presente em Matão.

Em 2020, o Núcleo de Prevenção à Violência de Matão recebeu 52 pedidos de atendimentos psicológico. Entre Janeiro a 14 de maio de 2021, já foram 30 pedidos. Embora sejam dados em apuração, trata-se de uma situação preocupante.

“Nos dois últimos anos percebemos um aumento do pedido de ajuda destas famílias. Em todos os casos,  nossas equipes são acionadas e conduzidas para o atendimento imediato, mas obviamente precisamos que a denúncia chegue até os órgãos responsáveis”,  explicou a coordenadora do Núcleo de Prevenção à Violência de Matão, Sônia Cristina Paiva Moreira. 

Ações

A partir desta terça-feira (18), vídeos orientativos serão transmitidos ao longo da semana na página oficial do Facebook da Prefeitura de Matão. Entre os participantes estão o promotor de Justiça de Matão, Dr. Cléber Defina, a Conselheira Ana Maria Ignácio, a Coordenadora do CREAS, Fátima Guil e a coordenadora do Núcleo de Prevenção à Violência, Sônia Cristina Paiva Moreira. 

Nesta mobilização, também haverá a distribuição de um material para as crianças, intitulado “Semáforo do Toque”. A proposta é que a criança acompanhada de um responsável, pinte um desenho que faz a alusão a um semáforo de trânsito. No material há imagens de um menino e uma menina, e em diversas partes dos corpos, existem círculos onde a criança deve pintar com as cores verde (pode tocar) – cabeça, mãos, pés, ombros e joelhos;  amarelo (atenção) – coxas e barriga; e vermelho (proibido tocar) – boca, mamas, vagina, pênis e bumbum.

“Pensando neste trabalho preventivo, esta é uma atividade didática para os responsáveis fazerem com a criança. Assim ela tem a compreensão sobre os limites do seu corpo e conhece mais sobre a autoproteção. Para os pais e responsáveis, disponibilizamos os vídeos que apresentam a composição da nossa rede, onde nossos profissionais trazem muitas orientações”, afirmou o Secretário.

Um terceiro material que será distribuído nas unidades do Serviço Social, também foi produzido com informações sobre a identificação do abuso, exploração, violência. Nele também estão disponíveis os números para informações, ajuda e denúncia, são eles:

Conselho Tutelar – 3382-3235
Disque 100
Polícia Militar – 190
E casos de pornografia na internet a denúncia pode ser feita em www.disque100.gov.br


Em Matão, a rede que atua na identificação, acolhimento, atenção e proteção à criança e ao adolescente são: 

• Conselho Tutelar de Matão - recebe denúncias e aplica as medidas de proteção à criança;

• Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) - oferece o apoio e  realiza  o acompanhamento familiar através de uma equipe multidisciplinar ;

• Núcleo de Prevenção à Violência – em parceria com o Centro de Reabilitação Infantil  (Centrinho) presta atendimento psicológico às vítimas de violência; 

• Delegacia da Mulher e Polícia Militar – desempenham a abordagem, investigação do ato e condução da ocorrência; 

• Promotoria da Infância e Juventude – aplica medidas protetivas, investiga, denúncia e acusa os responsáveis;

Fonte: AIP