Quarta, 06 December 2017 15:43

Pastor é suspeito de estupro de criança de 7 anos em Matão Destaque

Escrito por
Avalie este item
(1 Voto)

Capa EstuproA vítima disse à PM que houve violência sexual. Com a chegada da polícia, o suspeito tentou fugir pulando o muro da residência da família que o recebia como convidado. Mas foi preso.

 

 

Segundo consta em Boletim de Ocorrência, a irmã mais velha da vítima, uma estudante de 18 anos, foi quem viu a irmã ao lado do Pastor na sala da casa da família.
Ele teria sido convidado pelo dono casa para pernoitar enquanto estava na cidade de Matão.
A estudante declarou à PM que "viu sua irmã se levantando do colchão". Quando a vítima, uma criança de apenas 7 anos, chegou no quarto teria dito para a irmã mais que o Pastor de 43 anos, "pegou sua mão e colocou em seu órgão genital". Ela disse, ainda, que teria havido penetração.
A irmã mais velha foi até o quarto dos pais e avisou do ocorrido.
O pai se trancou no quarto com as família e chamou a polícia, momento em que o agressor fugiu da residência pulando o muro, mas foi detido pelos Policiais Militares Laroca e Marlo.
A vítima confirmou as acusações em seu relato constado em Boletim de Ocorrência.
O Pastor disse que "estava orando no sofá, que não fez nada, apenas estava dormindo na sala do Pastor da sua igreja.
O suspeito foi preso em flagrante e encaminhado para a Cadeia Pública de Santa Ernestina.
A vítima foi encaminhada ao IML - Instituto Médico Legal de Araraquara para exames de averiguação de estupro.

 

Fonte de Informações: Boletim de Ocorrência - Polícia Militar

 

Autor da Matéria:

Fábio Pereira

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Informações adicionais

  • Aviso: © Copyright 2016 - Portal de Notícias Hora1 (Portal Process). Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação falado ou televisivo, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do proprietário dos direitos de conteúdo.
Lido 13691 vezes Última modificação em Quinta, 07 December 2017 16:31

Deixe um comentário

Comente à vontade, apenas ressaltamos que nosso Portal Hora1 (Process) não aceita ofensas gratuitas, palavrões e expressões que possam configurar crime, ou seja, comentários que ataquem a honra, a moral ou imputem crimes sem comprovação a quem quer que seja. Seu comentário será aprovado em até 12 horas a partir da postagem.