Segunda, 11 September 2017 13:29

Bandido simula arma e assalto salão no Bairro Alto Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Capa policiamilitarO caso aconteceu na manhã do último sábado (09) e até agora o bandido não foi preso. Quaisquer informações a respeito, favor informar as Polícias Militar pelo 190 ou Civil pelo 197.

 

Segundo consta em Boletim de Ocorrência, eram cerca de 10h30 nesta manhã de sábado (09) quando os Policiais Militares Araújo e Rolak atenderam a mais uma ocorrência de Roubo em Matão.

Desta vez a vítima foi uma comerciante do Bairro Alto de 51 anos. Ela estava trabalhando, quando um meliante, simulando estar armado, anunciou o assalto. Ele vestia uma bermuda amarela e uma camiseta bordô. Após subtrair R$ 60 em dinheiro, ele fugiu sentido Jardim do Bosque.

Foram feitas diligências, mas o bandido não foi encontrado. O caso será investigado pela Polícia Civil do Bairro Alto.

Ninguém foi preso.

Fonte de Informações: Boletim de Ocorrência – Polícia Militar

 

 

Autor da Matéria:

Fábio Pereira

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Informações adicionais

  • Aviso: © Copyright 2016 - Portal de Notícias Hora1 (Portal Process). Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação falado ou televisivo, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do proprietário dos direitos de conteúdo.
Lido 2027 vezes Última modificação em Segunda, 11 September 2017 13:31

1 Comentário

  • Link do comentário José Arroelas Segunda, 11 September 2017 15:34 postado por José Arroelas

    Como chegaram a conclusão de que ele estava simulando ?
    E noticiar assalto em Matão e dizer que a polícia não prendeu ninguém é praticamente redundância, nenhuma novidade nisso.

    Relatar

Deixe um comentário

Comente à vontade, apenas ressaltamos que nosso Portal Hora1 (Process) não aceita ofensas gratuitas, palavrões e expressões que possam configurar crime, ou seja, comentários que ataquem a honra, a moral ou imputem crimes sem comprovação a quem quer que seja. Seu comentário será aprovado em até 12 horas a partir da postagem.